“Se não existe, a gente faz”

Pioneira e revolucionária, assim é Veralinda Menezes! Em 2008 mudou a literatura brasileira criando a primeira princesa negra dos contos de fadas e o primeiro anjo negro da literatura, obras que quebraram paradigmas e ainda hoje promovem transformações no imaginário coletivo. Multiartista, é poeta, compositora, cantora, atriz, roteirista, palestrante, ativista social, modelo e digital influencer, mas sua maior paixão é ser mãe. É a mentora de uma família de artistas também multitalentosos: Sheron, Drayson e Sol Menezzes, que juntos ou separados, inspiram e promovem transformações sociais.

Notícias

Curta-Metragem: Minha Boca

Curta com roteiro de Veralinda Menezes,“Minha outra Boca” – segundo filme em família, é selecionado para festival . Direção de Sol Menezzes e participação de Sheron Menezzes.

Curta-Metragem: A Namoradeira

“ A Namoradeira, filme realizado em família. “Uma família que trabalha unida se fortalece”.

"Ubuntu de Cultura Negra - 2022"

Veralinda Menezes, ganha prêmio pela sua colaboração cultural.

Veralinda Menezes encanta Marcio Garcia e o Brasil no Programa “Tamanho Família” com o conto da Princesa Violeta.

HUMOR - “Veralinda Menezes faz o Brasil rir no programa Márcio Garcia na Rede Globo”

Sheron Menezzes no Encontro de Fátima Bernardes encanta o Brasil com Princesa Violeta da mãe Veralinda Menezes
Veralinda vira modelo da Maturidade
"Feito em Família"
“A produtora Principes Negros Cultural lança espetáculo em família."
“ Veralinda Menezes e a Princesa Violeta conquistam o Brasil”.
Veralinda Menezes estreia campanha ao lado de Sheron.
Pioneira e revolucionária, Veralinda Menezes faz história na literatura brasileira.
Veralinda vira Modelo da maturidade.
Veralinda Menezes no Flink Sampa.
COMPOSITORA E CANTORA – Já são um CD , um EP e dois singles e mais de 15 músicas
HUMOR : “Veralinda Menezes estreia como humorista no Canal Parafernalha"

Literatura

Princesa Violeta

'Princesa Violeta', escrito em homenagem à atriz Sheron Menezzes, conta a história de uma belíssima princesa de um reino muito rico que sofre ao descobrir que seu pai preferia ter um filho homem. E então, com ajuda de um grande guerreiro, ela prepara-se e transforma-se em uma guerreira quase invencível.

Conheça as aventuras desta corajosa heroína que entre fadas, gênios e piratas, luta na defesa de seu reino e na conquista do amor de seu pai.

Princesa Violeta está disponível no site da Amazon em duas versões:

Em prosa, 3ª edição da obra original

Em poesia “Violeta a Princesa Guerreira”

Lilindda em: Minha amiga Rosinha

Inspirado na atriz Sol Menezzes, é um conto contemporâneo que apresenta o protagonismo de uma menina negra, pré-adolescente e a amiga imaginária, Rosinha -um anjo negro que a guia em suas aventuras. A história se desenrola no cotidiano escolar e familiar, com uma família negra, afetuosa e bem-sucedida socialmente. Nessa obra, Veralinda conta com delicadeza a descoberta do primeiro amor e dialoga com elementos da cultura afro-brasileira, como a capoeira e o street dance.

Atriz & Modelo

Música

Álbum: Princesa Violeta

As músicas do CD Princesa Violeta contam a mesma história do livro que lhe deu origem, mas de uma forma mais divertida. Você pode ler a história ou ouvir as músicas, ou os dois, pois assim seu encantamento por esse mundo mágico será ainda maior.

Músicas

1- A Princesa Cor de Bombom

2- Segredo Real

3- Rei Boladão

4- Os Piratas do Reino Gelado

5- Perdão Meu Pai Lê Lê

6- Fada Madrinha Vem Ajudar

7- Fada Pirlim Pirlim

8- Quem É Essa Princesa Linda

9- Não Quero Casar

10- Eu Quero Casar

11- Violeta e Ourobello

Composição e Interprete:

Veralinda Menezes

Ouça em:

EP: Experiências

Com referências em sua origem negra e gaúcha, misturadas à paixão pelo forró, sertanejo, nativismo, batuque, mpb, musica negra e outras vertentes, Veralinda Menezes se arrisca em composições e interpretações que traduzem toda essa mistura de sons e ritmos do povo brasileiro.

Músicas

1- Querem Que Eu Faça Lipo

Interprete: Mariah da Penha

Autor: Veralinda Menezes

2- Melô do Puxa-saco

Interprete: Veralinda Menezes

Autor: Flávio Mattes, Veralinda Menezes

3- Meus Avós São Demais

Interprete: Veralinda Menezes

Autor: Veralinda Menezes

Ouça em:

Single: Hino da Igualdade

O Hino da Igualdade é uma música-tema para reflexão ou manifestação em momentos de reuniões, festejos ou conflitos onde estão presentes as questões sociais ou raciais contemporâneas. Com uma mensagem vigorosa sobre a identidade brasileira, Veralinda Menezes deixa sua marca e uma bela mensagem como ativista social.

Composição: Veralinda Menezes

Interpretes: Da Ghama, Drayson Menezzes e Jorge Focques, que também é o produtor musical da faixa.

Ouça em:

Audiovisual

"Minha outra boca"

Curta-metragem: 2021

“Minha outra boca”, o primeiro de uma trilogia nascida da poesia de Veralinda Menezes, ganha som na voz de Sheron Menezzes e é materializado na aquarela de Renato Caetano sob a direção de Sol Menezzes.

O filme foi selecionado para o II Festival Cinema Negro em Ação"

Idealização: Veralinda Menezes

Direção: Sol Menezzes

Intérprete: Sheron Menezzes

Produção: Príncipes Negros

"A Namoradeira"

Curta-metragem: 2019

A obra aborda temas complexos como violência e educação sexual, religiosidade, abandono psicológico e suicídio ao contar a história de Naná, uma mãe ausente que não percebe o sofrimento da filha durante anos por conta de abusos sofridos dentro da própria casa.

O filme foi selecionado para o Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul e finalista no ARFF Barcelona.

Argumento e Roteiro: Veralinda Menezes

Direção: Licínio Januário e Jessica Barbosa

Estreando: Sheron Menezzes

Produção: Príncipes Negros

Trailer do curta-metragem "A Namoradeira"

Palestras

ENCONTROS VIRTUAIS – LIVES

Live fechada para até 100 participantes, onde a/o palestrante abordará um dos temas oferecidos em nosso portfólio.

Duração: entre 50min/1 hora.

Temas:

a) Educação antirracista na escola e nas famílias.

b) A influência dos heróis e dos contos de fadas na construção de conceitos e preconceitos (raça e gênero)

c) O empoderamento feminino a partir dos contos de fadas e dos brinquedos.

ENCONTROS PRESENCIAIS
I - Workshops – básicos e extendidos

Eventos para até 50 participantes, onde o palestrante abordará um dos temas oferecidos em nosso portfólio.

Duração: 4 horas

OBS. Entrega virtual de certificado de participação.

Temas

“A Lei nº 10.639/03 e a ERER - Educação para as Relações Étnico-Raciais

“A influência dos heróis e dos contos de fadas na formação de seres humanos livres de preconceitos”

Imagem, o gatilho que dispara o preconceito.

Educação antirracista na escola e nas família.

OBSERVAÇÃO: Os workshops poderão ser contratados por cargas horárias maiores e contar com a participação de uma equipe de parceiros, conforme proposta e orçamento específicos.

II - Rodas de Conversa

Espaços: diversos

Duração: até 30 minutos

Público-alvo: diverso

  • Histórias de Veralinda

Direcionado aos alunos da educação infantil ou do ensino fundamental. A artista Veralinda Menezes fala/performa uma de suas obras literárias podendo apresentar tanto as já publicadas quanto as inéditas. A atividade poderá ser substituída por uma entrevista com a artista.

  • Conversas Diversas com Veralinda

Direcionado aos alunos do ensino médio e/ou aos adultos, a escritora/artista conversa com pais, alunos e professores sobre as suas obras literárias, musicais e audiovisuais, abordando também outros assuntos pertinentes, baseados nas mesmas ou em sua trajetória pessoal e profissional.

1) A trajetória e vida de Veralinda Menezes e de sua família de artistas

2) Construção do roteiro do filme “A Namoradeira” – motivação e repercussão.

III - Palestras – Apresentação expositiva

Espaços: Auditórios, escolas, salas de aula

Público-alvo: diverso

Duração: até 30 minutos

⦁ Estão incluídos nesse formato assuntos já citados em outros itens. Com Veralinda ou outros palestrantes parceiros.

⦁ “Discutindo a masculinidade tóxica e a formação dos homens de amanhã”. Com Drayson Menezzes, sócio-diretor da Príncipes Negros Cultural e integrante do Coletivo Preto ou com convidados. São abordados os desafios da formação dos meninos de hoje para que sejam os homens antimachistas de amanhã e o reflexo na diminuição da violência doméstica.

Conversas Diversas

Sheron Menezzes fala de sua mãe Veralinda Menezes.

Veralinda Menezes no programa "Mais Longe".

Veralinda e Sheron para campanha dos dias das mãe do Santa Lolla - Ep. 01

Veralinda e Sheron para campanha dos dias das mãe do Santa Lolla - Ep. 02

Veralinda fala sobre literatura infantil no Cultne em Resenha.

Veralinda fala sobre literatura infantil no Programa Negros em Foco entrevista Veralinda Menezes sobre o livro Princesa Violeta.

Princesa Violeta

Princesas negras existem

Campanha: Encanto Irresistível apresenta: Sim, Você é Linda, com Sheron Menezzes | Avon

O Livro

História de empoderamento feminino e inspirado na imagem da atriz Sheron Menezzes, é um conto de fadas que conta a história de uma belíssima e rica princesa negra, que descobre a frustração do rei, seu pai, por não ter um filho homem.

Ilustrado pelo artista Rogério M. Cardoso, com imagens coloridas distribuídas em 40 páginas que retratam seres de nossos sonhos, como reis, rainhas, piratas, fadas, príncipes e princesas, na eterna luta do bem contra o mal, surpreende ao mudar a lógica racial dos contos de fadas.

Princesa Violeta está disponível no site da Amazon em duas versões:

Em prosa, 3ª edição da obra original

Em poesia “Violeta a Princesa Guerreira”

Como Surgiu

Princesa Violeta surgiu do amor de uma mãe por sua filha.

Quando criança a atriz Sheron Menezzes ouviu que não poderia ser princesa, pois meninas como ela não são princesas.

Triste e preocupada com a situação, Veralinda percebeu que algo deveria ser feito e fez. Ela escreveu o primeiro conto infantil sobre uma princesa negra no Brasil. E o presente que era para sua filha se espalhou pelo Brasil e hoje milhares de meninas como a Sheron podem se ver em um livro de fantasia.

"Sonhava com uma princesa que se parecesse comigo, e agora está aí a Princesa Violeta. Obrigada, Mãe”

Sheron Menezzes

Sobre Mim

Escritora! Compositora! Cantora! Atriz! Palestrante! Roteirista! Ativista Social! Modelo da Maturidade!

Inovadora e revolucionária, a gaúcha e moradora do RJ, Veralinda Menezes, mudou a literatura brasileira ao criar em 2008 e 2009:

A primeira Princesa Negra da literatura brasileira, Princesa Violeta.

O primeiro anjo negro da literatura brasileira, Rosinha.

O primeiro universo encantado com personagens negros, o Reino Tropical, onde mora a Princesa Violeta e sua real família.

Veralinda Menezes figura como uma das pensadoras na obra “Pensadores negros do Brasil”, da Doutora Desembargadora Luislinda Dias de Valois Santos, publicado pela editora Juruá.

Com presença forte na grande mídia, muitas premiações no currículo, incluindo do Governo Federal , e teses acadêmicas que se debruçaram sobre sua obra, entre elas comparando “Princesa Violeta” com “Negrinha” de Monteiro Lobato”, Veralindá Ménezes vem arrebatando o coração de pequenos e adultos, e colecionando elogios e afetos por seus personagens ao longo desses 15 anos de dedicação à literatura e à arte.

A delicadeza e a profundidade no tratamento de assuntos como gênero e diversidade racial é o ponto chave desta multiartista que se expressa também através da música, das artes cênicas e do audiovisual, fazendo referência em suas obras a elementos da cultura afro-brasileira. A inovação com o protagonismo de personagens negros mostrados de forma positiva que permeia toda a sua obra, também faz parte do quadro diretivo da Príncipes Negros Cultural.

Os adultos também são lembrados em suas obras como poesia e cinema.

Como disse Kabengelê Munanga, doutor, antropólogo e professor brasileiro-congolês, especialista em antropologia da população afro-brasileira, ao analisar a obra de Veralinda:

“Podemos continuar a especular e perambular sobre as qualidades da obra “Princesa Violeta” de Veralinda Menezes e penso que cada leitor faria recortes diferentes , o que mostra sua riqueza e contribuição na literatura infanto-juvenil brasileira, ao introduzir sutilmente e sem demagogia a temática da diversidade sem hierarquização."

SÓ QUE VERALINDA NÃO PARA POR AÍ!

Aos 60 anos estreia como modelo da maturidade.

Fotos

Fale Conosco

Entre em contato conosco pelo e-mail ou pelas redes sociais.

Redes Sociais

©2022 - Veralinda Menezes - Todos os Direitos Reservados